SUPERANDO O VAGINISMO

Dra. Vanda - Médica e Séxologa

Vaginismo

O vaginismo é uma disfunção sexual feminina que consiste na contração involuntária e inconsciente dos músculos do terço inferior da vagina, que impossibilita o ato sexual.

É uma causa frequente de dor durante a relação sexual, sendo uma queixa comum nos consultórios ginecológicos, que muitas vezes não é valorizada pelo médico.

O vaginismo pode ser classificado como total e parcial. As mulheres com vaginismo total não toleram a penetração do pênis, dedo, ou qualquer objeto na vagina. No vaginismo parcial toleram a penetração com dificuldade e dor.

Também se classifica o vaginismo como primário e secundário. O vaginismo primário ocorre quando a mulher nunca foi capaz de ter relação sexual com penetração. No vaginismo secundário a mulher perde a capacidade de ter relação sexual, após um período de tempo sem dificuldades.

As mulheres com vaginismo apresentam ciclo de resposta sexual normal, ou seja, tem desejo, excitação e orgasmo. Nos casos de vaginismo parcial, a mulher tem um comportamento sexual satisfatório, onde a intimidade do casal pode ser variada, apenas não permitindo a penetração vaginal, porém, quando vaginismo é total a intimidade erótica do casal muitas vezes é restrita e o relacionamento envolve mais ternura e afeto.

Muitas mulheres não têm conhecimento do seu problema pela dificuldade de assumir a sua condição por vergonha ou medo de ser estigmatizada, como também por falta de um diagnóstico adequado, devido à falta de profissionais habilitados na abordagem desta disfunção sexual.